Browse Category

Urbanismo

ArquiteturaUrbanismo

Micro Cabanas Colorado Outward Bound / University of Colorado Denver

24 de maio de 2016 0 comments

DET_5 DET_1 DET_13 SNOW

Do arquiteto. Situadas numa colina de um bosque de pinheiros lodgepole, estas cabanas foram projetadas como micro dormitórios para a Escola Outward Bound do Colorado. As cabines se assentam ligeiramente sobre a paisagem, direcionando as vistas dos espaços privados para as árvores, formações rochosas e montanhas distantes de Mosquito Range. As vistas “comunitárias” se dirigem para os espaços sociais que são desenvolvidos a partir da organização das cabanas, em relação com cada uma. Estes espaços comunitários são compostos por varandas e áreas negativas criadas entre as cabines.O processo que ocorre para a finalização de um projeto contempla distintas variáveis para os arquitetos, desde determinar quais são as necessidades do usuário até como será a instalação do canteiro de obras.

Esta última é parte importante da lógica projetual de uma obra e de seu critério de desenho. As Micro Cabanas de Colorado Outward Bound enaltecem este processo, utilizando um partido que leva em consideração o desenho da unidade mínima habitacional em condições extremas e a execução da montagem num tempo reduzido e num lugar de difícil acesso.

Este mês escolhemos a obra da equipe da Universidade de Colorado Denver como o projeto do mês, por ressaltar três pontos que fazem referência ao processo projetual arquitetônico, no qual o arquiteto Rick Sommerfeld, junto com um grupo de estudantes, tiveram que manejar a ordem na qual o projeto foi se desenvolvendo, aplicando critérios premeditados que são condicionados pelo tempo, espaço e habitabilidade.

1. Otimização do canteiro de obras  (3 semanas)

Dadas as condições da encomenda, a obra deveria ser construída num período de três semanas, motivo pelo qual se planejou um projeto com sistema estrutural pré-fabricado para cada cabana. O aço foi o material escolhido para a estrutura devido sua rápida montagem e assim habilitar o uso das instalações para os cursos de verão da Universidade.

Continue Reading

ProjetosUrbanismo

Melhorias de segurança nos cruzamentos viários.

3 de março de 2016 0 comments

A Associação Nacional de Funcionários do Transporte na Cidade, mais conhecida pela sigla NACTO, é uma organização sem fins lucrativos com sede em Nova Iorque que reúne 21 cidades dos EUA para compartilharem propostas e práticas que permitam melhorar o desenho urbano.

Com o objetivo de fazer com que o planejamento das cidades tenha um alcance maior, o grupo elabora publicações que orientam sobre como devem ser projetadas, por exemplo, as redes de ciclovias das cidades, ou quais estratégias devem ser implementadas nas ruas para fazer com estas apresentem uma escala humana.

Apresentamos a seguir seis princípios de desenho urbano que contribuem para que os cruzamentos viários sejam mais seguros. O objetivo destes princípios é aproveitar o espaço viário disponível, melhorar a segurança nos deslocamentos e desenvolver uma visão de longo prazo para o desenho das ruas.

Continue Reading

Urbanismo

{SP}: Shopping Eldorado recebe Prêmio de sustentabilidade com horta e composteira em sua cobertura.

1 de março de 2016 0 comments

Você já parou para pensar na quantidade de resíduos orgânicos gerada pela praça de alimentação de um shopping center? Grande parte destes centros comerciais envia estes resíduos a aterros sanitários, porém, esta nem sempre é a opção mais adequada em termos ecológicos.

Pensando nisso, em 2012 o Shopping Eldorado, em São paulo, decidiu implementar uma composteira em sua cobertura, oferecendo um destino mais adequado aos mais de 400 quilogramas de resíduos orgânicos gerados em sua praça de alimentação.

O chamado Telhado Verde permitiu ao shopping transformar grande parte dos dejetos em fertilizante, que é aplicado em uma horta orgânica. A partir dos restos de mais de 10 mil refeições servidas todos os dias no shopping, são produzidas quatorze toneladas de fertilizantes ao mês.

Continue Reading

ProjetosUrbanismo

[PROJETO] Reino Unido terá a maior fazenda eólica do mundo.

23 de fevereiro de 2016 0 comments

Vento é o que não falta no Reino Unido. Nem chuva. Por isso mesmo, o país decidiu tomar proveito de uma de suas maiores riquezas naturais e investir na produção de energia limpa. A empresa dinamarquesa Dong Energy anunciou a construção do que deve ser a maior usina eólica offshore (no mar) do mundo.

Chamado de projeto Hornsea, as turbinas eólicas serão instaladas na costa de Yorkshire, no noroeste da Inglaterra. A estimativa da companhia é que a planta terá capacidade para produzir 1,2 gigawatts (GW), volume este que atenderá a demanda por eletricidade de aproximadamente 1 milhão de casas.

Atualmente a maior usina eólica do mundo gera em torno de 1,2 GW. Hornsea terá 400 turbinas trabalhando com a força do vento, cada uma delas com 190 metros de altura. “Este projeto garantirá segurança e energia limpa para o país, a criação de empregos e o desenvolvimento de novas tecnologias”, afirmou Amber Rudd, secretário de Estado para Energia e Mudanças Climáticas.

O custo total da obra será gigantesco, entre £6 e £8 bilhões. O complexo ficará localizado a 120 km da costa, em uma área maior que o país europeu de Malta. Para poder levar a energia produzida até o continente, serão construídos 900 km de cabos. A expectativa da Dong Energy é que a maior planta eólica do mundo entrará em operação completa em 2020.

Assista abaixo ao vídeo que mostra como funcionará o projeto Hornsea:

Fonte: Conexão Planeta

ArquiteturaPaisagismoUrbanismo

A Casa das Três Árvores

16 de fevereiro de 2016 0 comments

Localizada em uma área de terras verdes com grandes árvores, a casa encontra-se – como um garfo – entre três grandes árvores. A premissa para a escolha de situar o edifício entre as árvores era preservá-las, assim como aproveitar o entorno natural das proximidades das áreas habitacionais. A casa é concebida como um conjunto de dois blocos retangulares, com uma orientação leste ao bloco dianteiro e uma orientação oeste na parte traseira.

Continue Reading

Lazer & CulturaUrbanismo

O prédio mais eco sustentável do mundo, o California Academy Of Sciences

28 de janeiro de 2016 0 comments

O California Academy of Sciences é considerado a edificação pública mais sustentável do mundo e vamos saber o porquê disso agora.

O museu foi inaugurado em 1853, na região do Golden Gate Park, na Califórnia. Essa localidade é muito conhecida por abalos sísmicos, e em 1989, um trágico terremoto destruiu a área e deixou milhares de pessoas desabrigadas. Com pouco dinheiro para investir em uma gigantesca construção pela condição financeira da cidade pós terremoto, o arquiteto italiano Renzo Piano ficou responsável pelo projeto de um novo museu que fosse barato tanto na construção como na manutenção, posteriormente. Ótima chance para pensar desde a base numa estrutura que usasse menos recursos e fosse mais inteligente do ponto de vista da sustentabilidade.O departamento ambiental de São Francisco, que já baniu de circulação garrafas de água com menos de 600ml, exigiu algumas medidas sustentáveis, e Piano fez dessa exigência sua inspiração.

Continue Reading

ArquiteturaUrbanismo

A Arquitetura “Vegetariana” de Simón Velez

28 de janeiro de 2016 0 comments

No início do século passado, quando se viajava apenas por água ou terra, o visionário Alberto Santos Dumont estava prestes a fazer uma das maiores descobertas da humanidade. Depois de várias tentativas, o inventor brasileiro desenvolveu em 1906 o primeiro avião do mundo: o biplano 14bis. Parte da estrutura desse invento era feita de bambu e despretensiosamente serviu de inspiração ao arquiteto colombiano Simón Velez.

Continue Reading