Posts Recentes

ArquiteturaUrbanismo

Micro Cabanas Colorado Outward Bound / University of Colorado Denver

24 de maio de 2016 0 comments

DET_5 DET_1 DET_13 SNOW

Do arquiteto. Situadas numa colina de um bosque de pinheiros lodgepole, estas cabanas foram projetadas como micro dormitórios para a Escola Outward Bound do Colorado. As cabines se assentam ligeiramente sobre a paisagem, direcionando as vistas dos espaços privados para as árvores, formações rochosas e montanhas distantes de Mosquito Range. As vistas “comunitárias” se dirigem para os espaços sociais que são desenvolvidos a partir da organização das cabanas, em relação com cada uma. Estes espaços comunitários são compostos por varandas e áreas negativas criadas entre as cabines.O processo que ocorre para a finalização de um projeto contempla distintas variáveis para os arquitetos, desde determinar quais são as necessidades do usuário até como será a instalação do canteiro de obras.

Esta última é parte importante da lógica projetual de uma obra e de seu critério de desenho. As Micro Cabanas de Colorado Outward Bound enaltecem este processo, utilizando um partido que leva em consideração o desenho da unidade mínima habitacional em condições extremas e a execução da montagem num tempo reduzido e num lugar de difícil acesso.

Este mês escolhemos a obra da equipe da Universidade de Colorado Denver como o projeto do mês, por ressaltar três pontos que fazem referência ao processo projetual arquitetônico, no qual o arquiteto Rick Sommerfeld, junto com um grupo de estudantes, tiveram que manejar a ordem na qual o projeto foi se desenvolvendo, aplicando critérios premeditados que são condicionados pelo tempo, espaço e habitabilidade.

1. Otimização do canteiro de obras  (3 semanas)

Dadas as condições da encomenda, a obra deveria ser construída num período de três semanas, motivo pelo qual se planejou um projeto com sistema estrutural pré-fabricado para cada cabana. O aço foi o material escolhido para a estrutura devido sua rápida montagem e assim habilitar o uso das instalações para os cursos de verão da Universidade.

Continue Reading

Decoração

Sala de estar para todos os estilos

10 de maio de 2016 0 comments

Studio Gisele Busmayer & Carolina Reis apresenta três ambientes diferentes para servir de inspiração  

Com a proposta de elaborar um espaço funcional e aconchegante é que o Studio Gisele Busmayer & Carolina Reis projetou três salas de estar com propostas diferentes que alia estilo, conforto e elegância.                    

BG_strip_50375_0_full

Sala 01: Com cores neutras e detalhes em madeira e mármore a primeira sala, em uma residência localizada no Alphaville em Pinhais (PR), projetada para os apaixonados por estilos mais clássicos e que procuram um ambiente tranquilo para relaxar. Os móveis em tons claros e os elementos espelhados, como a mesa de centro, também fazem parte da proposta sofisticada da sala de estar. A cortina floral e as almofadas quebram a linha sóbria e oferecem a textura necessária para a decoração ficar expressiva.

Continue Reading

Decoração

Saiba como valorizar ambientes com o projeto luminotécnico

9 de maio de 2016 0 comments

Arquiteta Cybele Kinoshita transformou os espaços de um apartamento duplex com a iluminação

Um projeto luminotécnico bem planejado pode destacar detalhes da decoração, ampliar ambientes e até deixar cômodos mais aconchegantes. Hoje no mercado existem inúmeras opções de produtos disponíveis, mas o que levar em consideração ao escolher cada tipo de iluminação? A arquiteta Cybele Kinoshita dá dicas com base em seu projeto de um apartamento duplex em Curitiba (PR).

BG_strip_50300_0_full

A profissional destaca que, independentemente do tipo de projeto, a prioridade em relação a iluminação é direcionar os pontos de luz nas áreas sociais e deixar a iluminação mais “aberta” em lugares onde haja maoir necessidade de luz, como escritórios, cozinhas e espaços de serviço em geral. Geralmente, Cybele Kinoshita utiliza as lâmpadas dicroicas e AR (halógenas) quando é necessário evidenciar algo, porque essas opções podem ter o ângulo mais fechado, além de também serem usadas para dar o efeito “wall washed”, proporcionando a impressão de “lavar” a parede de luz. “Quando preciso de uma luz mais ‘geral’, uso os rebatedores, que fornecem uma iluminação bem uniforme para uma grande área”, explica a arquiteta.

BG_strip_50300_1_full

No projeto da cobertura duplex, grande parte dos móveis são escuros. Por isso, a arquiteta pensou em uma iluminação específica para valorizar ainda mais os móveis e a decoração, além de harmonizar com os revestimentos. “Nesse apartamento não usamos led nas áreas sociais, pois na época em que fizemos o projeto, essas lâmpadas tinham uma cor muito branca, quase azulada. Preferi utilizar as halógenas, que tem uma coloração mais amarelada e portanto, mais quente. Assim conseguimos atingir a proposta de criar um clima intimista em todo o apartamento”, finaliza.

ArquiteturaEventosMostras & ExpoProjetos

Anunciado o tema do pavilhão do Brasil na Bienal de Veneza 2016

29 de março de 2016 0 comments

Em resposta à proposição de Alejandro Aravena, diretor da 15ª Bienal Internacional de Arquitetura de Veneza – Reporting from the front, o curador escolhido pela Fundação Bienal de São Paulo Washington Fajardo apresentará a mostra “JUNTOS”. O projeto para o Pavilhão do Brasil busca evidenciar histórias de pessoas que lutam e alcançam mudanças na passividade institucional das grandes cidades do País, conquistando arquitetura em processos lentos cujo vagar não é problema, mas um apontamento de soluções ao esfacelamento político do planejamento do território. De acordo com o curador, “a mostra é uma composição dessas trajetórias e parcerias, do processo do encontro do ativista, do lutador, com o arquiteto e com a arquitetura, tornando-se imanados pela elaboração do novo espaço”.

Continue Reading

Decoração

AMMA Store é a nova loja do MCB

16 de março de 2016 0 comments

Reconhecida por reunir novidades exclusivas do design contemporâneo brasileiro, a loja apresenta novo conceito integrado ao roteiro cultural da capital paulista

Funcionamento: de terça a domingo, das 10h às 18h

Continue Reading

ProjetosUrbanismo

Melhorias de segurança nos cruzamentos viários.

3 de março de 2016 0 comments

A Associação Nacional de Funcionários do Transporte na Cidade, mais conhecida pela sigla NACTO, é uma organização sem fins lucrativos com sede em Nova Iorque que reúne 21 cidades dos EUA para compartilharem propostas e práticas que permitam melhorar o desenho urbano.

Com o objetivo de fazer com que o planejamento das cidades tenha um alcance maior, o grupo elabora publicações que orientam sobre como devem ser projetadas, por exemplo, as redes de ciclovias das cidades, ou quais estratégias devem ser implementadas nas ruas para fazer com estas apresentem uma escala humana.

Apresentamos a seguir seis princípios de desenho urbano que contribuem para que os cruzamentos viários sejam mais seguros. O objetivo destes princípios é aproveitar o espaço viário disponível, melhorar a segurança nos deslocamentos e desenvolver uma visão de longo prazo para o desenho das ruas.

Continue Reading

Lazer & Cultura

Sesc de São Paulo promove o seminário “Espaços livres na cidade”

2 de março de 2016 0 comments

O Sesc São Paulo e a Associação Escola da Cidade realizam o ciclo de debates Espaços Livres na Cidade, no período de 8 de março a 5 de abril. Ermínia Maricato, José Guilherme Magnani, Heitor Frugoli, Alexandre Barbosa Pereira, Daniela Palma, Giancarlo Machado, entre outros convidados, debatem as diferentes experiências de ocupação de espaços físicos da urbe disponíveis para o usufruto do tempo livre. O ciclo antecede o XI Seminário Internacional Espaço Livre na Cidade da Associação Escola da Cidade, que acontece em abril, e antecipa as discussões que serão desenvolvidas no evento.

O seminário se propõe a identificar as possibilidades concretas para constituição de novos espaços públicos, bem como pensar as diferentes formas ou perspectivas de ver e compreender o significado dos espaços públicos nas cidades. Na pauta das discussões, ruas abertas para o lazer na cidade de São Paulo; juventude e espaços livres; transformações e conflitos urbanos, tendo como exemplo o caso da Praça Roosevelt; gestão e ocupação do espaço livre na cidade; e as experiências e transformações na região do Campo Limpo.

CONFIRA A PROGRAMAÇÃO

Continue Reading

Urbanismo

{SP}: Shopping Eldorado recebe Prêmio de sustentabilidade com horta e composteira em sua cobertura.

1 de março de 2016 0 comments

Você já parou para pensar na quantidade de resíduos orgânicos gerada pela praça de alimentação de um shopping center? Grande parte destes centros comerciais envia estes resíduos a aterros sanitários, porém, esta nem sempre é a opção mais adequada em termos ecológicos.

Pensando nisso, em 2012 o Shopping Eldorado, em São paulo, decidiu implementar uma composteira em sua cobertura, oferecendo um destino mais adequado aos mais de 400 quilogramas de resíduos orgânicos gerados em sua praça de alimentação.

O chamado Telhado Verde permitiu ao shopping transformar grande parte dos dejetos em fertilizante, que é aplicado em uma horta orgânica. A partir dos restos de mais de 10 mil refeições servidas todos os dias no shopping, são produzidas quatorze toneladas de fertilizantes ao mês.

Continue Reading

ProjetosUrbanismo

[PROJETO] Reino Unido terá a maior fazenda eólica do mundo.

23 de fevereiro de 2016 0 comments

Vento é o que não falta no Reino Unido. Nem chuva. Por isso mesmo, o país decidiu tomar proveito de uma de suas maiores riquezas naturais e investir na produção de energia limpa. A empresa dinamarquesa Dong Energy anunciou a construção do que deve ser a maior usina eólica offshore (no mar) do mundo.

Chamado de projeto Hornsea, as turbinas eólicas serão instaladas na costa de Yorkshire, no noroeste da Inglaterra. A estimativa da companhia é que a planta terá capacidade para produzir 1,2 gigawatts (GW), volume este que atenderá a demanda por eletricidade de aproximadamente 1 milhão de casas.

Atualmente a maior usina eólica do mundo gera em torno de 1,2 GW. Hornsea terá 400 turbinas trabalhando com a força do vento, cada uma delas com 190 metros de altura. “Este projeto garantirá segurança e energia limpa para o país, a criação de empregos e o desenvolvimento de novas tecnologias”, afirmou Amber Rudd, secretário de Estado para Energia e Mudanças Climáticas.

O custo total da obra será gigantesco, entre £6 e £8 bilhões. O complexo ficará localizado a 120 km da costa, em uma área maior que o país europeu de Malta. Para poder levar a energia produzida até o continente, serão construídos 900 km de cabos. A expectativa da Dong Energy é que a maior planta eólica do mundo entrará em operação completa em 2020.

Assista abaixo ao vídeo que mostra como funcionará o projeto Hornsea:

Fonte: Conexão Planeta